segunda-feira, novembro 30, 2009

Impermanência

"My life, lonely life".

De nada material se pode levar dessa vida... absolutamente nada. Vira e mexe lembro daquela frase do "Clube da Luta", que muito me faz repensar sobre valores: "Trabalhamos em empregos que odiamos para comprar coisas das quais não precisamos".
Um dia você ostenta. Tem 3 laptops, um iphone, um telão de LCD, anéis caros... e no outro dia chega em casa e não tem mais nada. Nada. Saber que a vida não é permanente pode nos trazer dor, mas quando pensa melhor, ela é tudo que temos.

Tudo é substituível. Até nós mesmos.
Qualquer dia vai vir uma (coloque o nome do seu desafeto aqui) e vai substituir o seu local, que você considerava tão único graças a todos os traços da sua personalidade. E tudo vai ficar só guardado na lembrança e até isso é impermanente.

Se a vida é tão única e volátil, por que vivemos cercados de tanta mediocridade?
Nothing lasts forever.

Nenhum comentário: