domingo, março 25, 2007

Vem aqui dar uma espiada!

Vou dedicar essa música pra você, só pra você, pq você merece. Você merece porque simplesmente deveria ganhar o prêmio de idiota do século.
Porque é fraco, loser, limitado. Tanto, que não aguenta uma pressãozinha, uma briga, um conselho. Você quer a merda da coisa sem graça. Mesmo que tenha dito que a estabilidade era um saco, que não te empolgava, que era feia gorda e sem graça. Que não fodia bem. Que pensava em outras (outras A.K.A eu) enquanto estava com ela. Ótimo, acredito que se ninguém te abduziu pelos últimos tempos, você deve continuar pensando assim, só que pela falta de opção, vai atrás de comer aquela merda.
Essa foi a melhor demonstração de o quão PERDEDOR você é. Me economiza, vai... eu sou um turbilhão e turbilhões não combinam com pessoas sem graça.
Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir.
Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, ELES estão errados... Elas têm que esperar um pouco para o homem certo chegar, aquele que é valente o
bastante para escalar até o topo da árvore.
Ah, e for the record, guitarristas fodem melhor. Inclusive o melhor do mundo também é melhor do mundo em vários outros departamentos.
Loser.


I want you to know, that I'm happy for you
I wish nothing but the best for you both
An older version of me
Is she perverted like me?
Would she go down on you in a theatre
Does she speak eloquently
And would she have your baby
I'm sure she'd make a really excellent mother...

Cause the love that you gave that we made wasn't able
To make it enough for you to be open wide, no
And every time you speak her name
Does she know how you told me you'd hold me
Until you died, till you died
But you're still alive

And I'm here to remind you
Of the mess you left when you went away
It's not fair to deny me
Of the cross I bear that you gave to me
You, you, you oughta know

You seem very well, things look peaceful
I'm not quite as well, I thought you should know
Did you forget about me Mr. Duplicity
I hate to bug you in the middle of dinner
It was a slap in the face how quickly I was replaced
Are you thinking of me when you FUCK her?

Cause the love that you gave that we made wasn't able
To make it enough for you to be open wide, no
And every time you speak her name
Does she know how you told me you'd hold me
Until you died, til you died
But you're still alive

And I'm here to remind you
Of the mess you left when you went away
It's not fair to deny me
Of the cross I bear that you gave to me
You, you, you oughta know

Cause the joke that you laid on the bed that was me
And I'm not gonna fade
As soon as you close your eyes and you know it
And every time I scratch my nails down someone else's back
I hope you feel it...well can you feel it

And I'm here to remind you
Of the mess you left when you went away
It's not fair to deny me
Of the cross I bear that you gave to me
You, you, you oughta know


posted by: Loy*

2 comentários:

Renata Paula disse...

o valente E que tenha a vara maior ne?
hehehe

Supernova disse...

com certeza...
não só a vara, mas como a cabeça mais evoluída e um UNIVERSO maior!